Projeto leva música clássica e folclórica para Marechal Deodoro, AL

Todas as sextas-feiras deste verão, a cidade recebe o “Sextas Clássicas”.
Apresentações gratuitas acontecem em frente ao Convento de Santa Maria.
 
 
A partir do próximo dia 3, até o dia 21 de fevereiro, todas as sextas-feiras deste verão, a cidade de Marechal Deodoro recebe o projeto “Sextas Clássicas” com apresentações de concertos de músicas clássicas e de grupos folclóricos. As apresentações gratuitas acontecem sempre das 19h às 20h30, em frente o Convento de Santa Maria Madalena, recém restaurado, no Centro Histórico do Município.
Na primeira sexta-feira de 2014, as apresentações terão início, excepcionalmente às 18h, com a Banda de Pífano, “Insquenta Muié”, o “Pastoril do Riacho Velho” e a Banda Filarmônica Carlos Gomes. Na programação que, se estende até o final de fevereiro, constam ainda as apresentações das “Baianas de Marechal”, do “À La Sax Quarteto”, do grupo “Arte e Choro.com/Chorinho”, do show “Canções napolitanas” com Dhydha Lyra e Antônio Carmo (canto lírico), do “Samba da Massagueira”, da Banda “Filarmônica Santa Cecília”, do instrumento Nelson da Rabeca” e do “Coro Prisma”.
Já em fevereiro, dos espetáculos ficam por conta do Pastoril “Santa Maria Madalena”, da Banda “Filarmônica Manuel Alves de França, do show “ Sax Solo do “Seu Zezinho”, “Camerata Ero Dictus” e do “Quinteto de Cordas Alagoas”. Encerrando o projeto, no dia 21 de fevereiro, haverá um concerto de frevo com várias bandas e apresentação de um grupo de dança de frevo.
A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura de Marechal Deodoro e a Braskem, com o apoio da Petrobrás. “Este projeto une o clássico ao folclore, permitindo uma integração entre duas manifestações culturais, que muitas vezes estão separadas e segregadas. Além de ser realizada num dos mais bonitos sítios históricos de Alagoas”, afirmou Milton Pradines, Gerente de Marketing e Relações Institucionais da Braskem.
Para Carlito Lima, Secretário de Cultura do Município de Marechal Deodoro “O problema da educação no Brasil se estende à educação musical, visto que, nas escolas existe pouco estímulo e atividades extras classes para difundir o ensino de música e de artes. A população gosta de música erudita, basta oferecer espetáculo de música clássica de qualidade, e esse evento é uma ótima oportunidade para proporcionarmos esse momento”.